BOPE - PMRN

BOPE - PMRN
NATAL-RN

segunda-feira, 2 de março de 2015

MAJOR RODRIGO TRIGUEIRO FELIX DA SILVA

TOMOU POSSE NO CARGO DE COMANDANTE DO BOPE EM 8 DE FEVEREIRO DE 2015

terça-feira, 27 de março de 2012

Bope-RN já conta com veículo "Caveirão" para operações especiais


25/03/2012 (DOM) - O Batalhão de Operações Especiais da Policia Militar do RN (Bope) recebeu um carro-forte adaptado para operações em áreas de difícil acesso, mais conhecido como “Caveirão”.
O veículo pesa quase 8 toneladas e pode transportar até 11 policiais militares. O veículo fica estacionado no pátio do Bope, na Zona Norte e só deverá ser usado em operações especiais em Natal e região metropolitana.
FONTE: DIÁRIO DE NATAL

COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS

POLÍCIA MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE

quinta-feira, 8 de março de 2012

Major PM JÚLIO CESAR FARIAS VILELA

A Portaria nº 098, de 05 de março de 2012 designou o Major PM JÚLIO CESAR FARIAS VILELA (foto) para comandar o BOPE da PMRN, em substituição ao tenente coronel MARCUS VINICIUS SILVA CRUZ.
PERFIL DO NOVO COMANDANTE:
Júlio César, natural do Rio de Janeiro-RJ, nascido a 1º de outubro de 1972, filho de JOSÉ ANASTÁCIO VILELA e de MARIA ROMILDA PEREIRA VILELA. Ingressou na PMRN no dia 10 de janeiro de 1994, na condição de aluno a oficial.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Rotina de treinamento também focada no psicológico

São 84 homens trabalhando em regime de escala e treinando diariamente o físico e o psicológico. O endereço da unidade é na Avenida João Medeiros Filho, em frente a área de lazer do Panatis, na Zona Norte de Natal. O local é uma grande área aberta, onde é possível realizar os mais diferentes tipos de atividade, desde os técnicas até as estritamente físicas. Na parte de acompanhamento de saúde o apoio vem da Universidade Potiguar (UnP).

O policial que quiser entrar para o Batalhão de Operações Especiais tem que passar pelo curso de Aplicações Táticas, que dura de oito semanas, e o de Operações Especiais com duração de cinco meses. "Ele vai estar habilitado para vir ao Batalhão e depois vamos lapidá-lo. O policial só fica pronto mesmo com quatro anos", enfatizou o major.

De todos que começam o curso, uma média de 40% termina. "Não é para chegar mais do que isso, nem a gente deixa. Prezamos pela qualidade e não pela quantidade. Ficam apenas aqueles que entram com compromisso. O que a gente observa não é se elesabe usar uma arma. Estamos vendo os valores dele. Muitos são excelentes fisicamente, mas não tem um perfil aceitável", declarou Marcos Vinícius.

Mesmo com o defícit de 100 homens, o comandante consegue cumprir suas missões. Porém, reconhece que problemas de efetivo existem em toda PM e que devem ser o motivo da lacuna deixada na escala. O Bope também divide o espaço com outras unidade da corporação, o que de acordo com o major, não interfere no desenvolvimento do trabalho. "Não é apenas comprar um arma, um veículo para o policial trabalhar melhor. Ele que poder assistir melhor sua família. Eu luto pelo meu policial e acho que eles têm que estudar. Alguns até têm cursos nacionais e internacionais, mas não são reconhecidos", opinou sobre a valorização da categoria.

O comandante ainda completou dizendo que "a educação á colocada em último plano no país. A sociedade tem direito de cobrar direitos e deveres dos policiais, mas existe todo um contexto para ajudar na segurança". O major retrata problemas básicos,como por exemplo, os de iluminação pública que geram consequências para a segurança dos moradores. O pensamento do comandante tem pontos parecidos com o do sociólogo. "O Bope aparece (no filme) como herói para resolver os problemas de segurança pelo meio da repressão. Ele não coloca em discussão as questões sociais que levam a essa violência. O filme já pega as consequências", resumiu Evangelista.

FONTE: DIÁRIO DE NATAL DO DIA 06/12/2010 (DOM)

quinta-feira, 8 de abril de 2010

DECRETO ALTERANDO O DECRETO Nº 19.253, DE 25/07/2006 QUE CRIOU O BOPE RN


DECRETO Nº 21.607, DE 07 DE ABRIL DE 2010
Altera o Decreto nº. 19.253, de 25 de julho de 2006, redimensiona o organograma, e dá outras providências.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe conferem o inciso V do artigo 64, da Constituição Estadual e o artigo 46, da Lei Complementar nº. 090, de 04 de janeiro de l991, modificado pelo artigo 6º., da Lei Complementar nº. 218, de 18 de dezembro de 2001,
D E C R E T A:
Art. 1º O artigo 1º do Decreto nº. 19.253, de 25 de julho de 2006, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 1º Fica criado na estrutura básica da Polícia Militar do Estado, o Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE, órgão de execução e unidade operacional de caráter especializado, subordinado ao Comandante Geral da Policia Militar.”NR
Art. 2º As letras “a” a “g”, do inciso II, do art. 2º., do mesmo Decreto, passam a vigorar com a seguinte redação:
“a- gerenciar crises com reféns localizados;
b – dissuadir e controlar rebeliões nos estabelecimentos prisionais;
c - atuar em ocorrências de roubo a bancos e estabelecimentos comerciais;
d - atuar em ações anti-seqüestros;
e - realizar escoltas de presos de alta periculosidade;
f - agir em ocorrências que envolvam artefatos explosivos;
g- realizar proteção e garantir a segurança de autoridades ” NR

Art. 3º Ficam acrescidas as letras “h” a “k”, no inciso II, do art. 2º., com a seguinte redação:

“h - resgatar pessoas em locais de difícil acesso;
i - patrulhar em áreas de altíssimo risco;
j - buscar e capturar criminosos de alta periculosidade;
k - empreender ações antiterror.”

Art. 4º O Art. 3º, do mesmo Decreto, passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 3º Constituem órgãos de execução do Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE:
I – 1ª Companhia de Operações Especiais - 1ª COE, responsável pelas operações em áreas rurais, sendo dividida em 03 (três) Pelotões de Atividades Especiais – PAE, constituindo-se em:
a – 1º Pelotão de Atividades Especiais – 1º PAE responsável pelas missões de busca e captura em locais de difícil acesso;
b – 2º Pelotão de Atividades Especiais – 2º PAE responsável pelas missões de reconhecimento, infiltração e levantamento tático;
c – 3º Pelotão de Atividades Especiais – 3º PAE responsável pelas missões de abordagem de alto risco e assalto.
II – 2ª Companhia de Operações Especiais – 2ª COE, responsável pelas operações em área urbana, sendo dividida em 03 (três) Pelotões de Atividades Especiais – PAE, constituindo-se em:
a – 1º Pelotão de Atividades Especiais – 1º PAE responsável pelas missões de patrulhamento de altíssimo risco e intervenção em estabelecimentos prisionais;
b – 2º Pelotão de Atividades Especiais – 2º PAE responsável pelas missões de intervenção e resgate de reféns localizados;
c – 3º Pelotão de Atividades Especiais – 3º PAE responsável pelas missões de retomada, resgate de pessoas em locais de difícil acesso.
III – 3ª Companhia de Operações Especiais – 3ª COE, responsável pelo apoio operacional as 1ª e 2ª COE, sendo dividida em 03 (três) Pelotões de Atividades Especiais – PAE, constituindo-se em:
a – 1º Pelotão de Atividades Especiais – 1º PAE (Atiradores de Precisão), responsável pelo apoio nas missões que competem ao Batalhão;
b – 2º Pelotão de Atividades Especiais – 2º PAE (Explosivistas), responsável pelo apoio nas missões de busca e varredura, localização, remoção, transporte, desativação, neutralização e destruição de artefatos explosivos;
c – 3º Pelotão de Atividades Especiais – 3º PAE (Negociadores), responsável pelo apoio nas missões do Batalhão envolvendo reféns localizados”.NR

Art. 5º Ficam aprovados o organograma e os quadros de organização constantes dos Anexos integrantes deste Decreto.
Art. 6º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 07 de abril de 2010, 189º da Independência e 122º da República.

IBERÊ PAIVA FERREIRA DE SOUZA
Cristóvam Praxedes

sexta-feira, 2 de abril de 2010

BOPE RN


Apesar de ter sido criado em 26 de julho, porém, o BOPE vinha trabalhando desde 16 de novembro de 1995, porém, a principal origem do BOPE vem desde 18 de maio de 1981, quando o então Comandante Geral, Coronel QEMA Sosígenes Andrade de Araújo criou e instalou no Quartel do Comando Geral, em Natal, o PAE-PELOTÃO DE ATIVIDADES ESPECIAIS, cujo pelotão em 7 de agosto de 1986, ainda no comando do Coronel Sosígenes se transformou em CPCHOQUE-Companhia de Polícia de Choque, subordinada ao 1º BPM, sediado em Natal, conforme PORTARIA Nº 167/86 – PM/1-EM, em cumprimento a Lei estadual nº 5.501, de 5 de agosto de 1986, com as seguintes atribuições:

I – Executar mediante ordem, o policiamento ostensivo, preventivo, com força de situação e ação do pronto sempre da força repressiva, visando o restabelecimento da ordem pública;

II – Executar todas as atividades relativas a criação, treinamento, assistência veterinária e emprego do cão policial;

III – Cumprir outras missões determinadas pelo Comandante Geral da Corporação.

PORTANTO, a origem do BOPE vem desde 1981, com as mesmas regras de hoje

As companhias do BOPE dependem de atuação ima das outras auxiliando no complemento das missões. Como por exemplo, os cães ajudam no isolamento da torcida, invasão de campo, tendo em vista os cães tem mais mobilidade, ainda na questão da Companhia do Canil, o BOPE TEM UMA PARCERIA COM A Polícia Federal.

O GATE é uma questão de contra resposta mais enérgica, assim o grupo é mais poupado, tendo em vista ser mais voltado a seqüestro, assaltos a bancos confirmados e salvamentos.

O CHOQUE é uma segurança no perímetro urbano para evitar transtornos à sociedade. Como base no treinamento Semanal tem o QTS-QUADRO DE TREINAMENTO SEMANAL onde todas as companhias têm um dia da semana para terem seus treinamentos em sua área

É de grande importância o apoio do BOPE para todos os Batalhões, tanto da Capital, como do Interior.

O BOPE fica sempre de prontidão e dá apoio a todos os batalhões. Havendo algum sinistro, o Batalhão está prontamente, com seus bens treinados policiais militares, em todos os aspectos de policiamento ostensivo, juntamente com o apoio da inteligência que repassa as informações para que a Unidade Policial Militar possa agir com rapidez, porém, respeitando, a hora certa. O BOPE só entra em diligência quando não houver mais negociações, aí os policiais do Batalhão de Operações Especiais entram em ação, isto é, dentro de quatro textos que é a: 1 - LEGALIDADE, 2 - PROPORCIONALIDADE, 3 - NECESSIDADE e 4 – OPORTUNIDADE DE AGIR, FALTANDO UM – “NÃO TEM COMO AGIR”.

AS operações do BOPE são voltadas para assaltos e seqüestros com reféns ou não. A parte de patrulhamento móvel é de responsabilidade do CHOQUE com o pelotão que é chamado de PATAMO-Patrulhamento Tático Móveis, com reforço na questão de seqüestros a bancos e desportivas.

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 17 BLOGS, 1483 LINKS, DOIS ORKUTS, UM YOUTUBE, UM FACEBOOK,UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1506 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A 29 DE OUTUBRO DE 2008 (QUARTA-FEIRA), PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

ORGANOGRAMA DO BOPE RN

ORGANOGRAMA DO BOPE RN

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

Minha lista de blogs

OS 118 LINKS DA PMRN

OS 118 LINKS DA PMRN
Temos a honra e a felicidade de ter contribuído significativamente com a minha querida e amada Polícia do Estado do Rio Grande do Norte, criada no dia 27 de junho de 1834 (antes, IV – XI – MDCCCXXXVI), primeiramente por ter passado trinta anos nela e graças ao meu bom Deus nunca manchei seu nome, pelo contrário, sempre procurei eleva-lo através de minha honestidade, simplicidade e educação, e agora, estou levando um pouco da História da PMRN para o mundo através da rede mundial de computadores através de links, tornando-se uma verdadeira ENCICLOPÉDIA DIGITAL à disposição dos policiais militares e seus familiares para quaisquer tipo de consulta, tanto antigas como atuais. Neles você vai deparar-se com a maior fonte de pesquisa da corporação. Para acessar quaisquer uns dos links sobre a Polícia Militar de nosso Estado basta deslocar-se até a barra lateral dos 12 blogs do PORTAL NEWS“ ou no link POLÍCIA MILITAR” e clicar na página desejada e depare-se com uma ENCICLOPÉDIA POLICIAL MILITAR DIGITAL, contendo a maior fonte de pesquisa referente a história da corporação. 1 – AJUDÂNCIA GERAL E AJUDANTE DE ORDENS 2 – APM CEL MILTON FREIRE 3 – ÁREAS POLICIAIS MILITARES 4 – ARMAMENTO, MUNIÇÃO E ARMEIRO 5 – ASSOCIAÇÃO E CLUBES MILITARES 6 - ASSESSORIAS DA PMRN 7 – AUDITÓRIA MILITAR 8 – BANDA DE MÚSICA DA PMRN 9 – BANDA DE MÚSICA DO 2º BPM-MOSSORÓ 10 – BATALHÃO 30 DE SETEMBRO - MOSSORÓ 11 – BATALHÃO CÂMARA CASCUDO” - NATAL 12– BATALHÃO CEL ANDRÉ FERNANDES - PAU DOS FERROS 13 – BATALHÃO DEL. PEDRO SOARES DE MACÊDO NETO - ASSU 14– BATALHÃO DINARTE MARIZ - CAICO 15 – BATALHÃO “FELIPE CAMARÃO - NATAL 16 – BATALHÃO POTENGI - NATAL 17 – BATALHÃO TRAMPOLIM DA VITÓRIA - PARNAMIRIM 18 – BOPE – RN 19 – BPCHOQUE – NATAL 20 – BRASÕES, INSÍGNIAS E ICONOGRAFIA PMRN 21 – CASA MILITAR 22 – CEIOPEAR-RN 23 – CES – RÔMULO WANDERLEY 24 – CFAPM 25– CIPRED 26 – CIPGD 27 – CIPAM 28 – CIPTUR 29 – COMANDANTES DA PMRN 30 – COMANDANTES DE UNIDADES E SUBUNIDADES 31 – COMANDO DE POLICIAMENTO DO INTERIOR 32 – COMANDO DE POLICIAMENTO METROPOLITANO 33 – COMANDO REGIONAL 34 – COMPANHIA 35 – CONCURSOS E CUROS 36 – COPOM 37 – CORPO DE BOMBEIROS 38 – CONCURSOS E CURSOS 39 – DESTACAMENTOS POLICIAIS MILITARES 40 – DIRETORIA DE APOIO LOGÍSTICO 41 – DIRETORIA DE ENSINO 42 – DIRETORIA DE FINANÇAS 43 – DIRETORIA DE PESSOAL 44 – DIRETORIA DE SAÚDE 45 – DGP-MOSSORÓ 46 – ESTATUTO DA PMRN 47 – ESTADO MAIOR GERAL 48 – FAMÍLIA POLICIAL 49 – FUNCIONÁRIOS CIVIS DA PMRN 50 – GATE – GRUPO DE AÇÕES TÁTICAS ESPECIAIS 51 – GTC PMRN 52 – GUARDA PATRIMONIAL 53 – GUARDA PATRIMONIAL DE CAICO 54 – GUARDA PATRIMONIAL DE PAU DOS FERROS 55– FATOS HISTÓRICOS DA PMRN 56 – HOSPITAL CENTRAL DA PMRN 57 – HOSPITAL REGIONAL DA PMRN 58 – ICONOGRAFIA POLICIAL MILITAR 59 – JUNTA POLICIAL MILITAR DE SAÚDE 60 – LEIS E DECRETOS E ATOS ADMINISTRATIVOS DA PMRN 61 – MEDALHAS 62 – MINHA TURMA 63 – OLIGARQUIAS POLICIAIS MILITARES 64 – ÓRGÃOS DE DIREÇÃO GERAL 65 – PELOTÃO DE GUARDAS DO PALÁCIO DO GOVERNO 66 – PELOTÃO DA PM 67 – PELOTÃO DE ALMINO AFONSO 68 – PELOTÃO PM DE LUÍS GOMES 69 – PELOTÃO PM DE SÃO MIGUEL 70 – PELOTÃO PM DE UMARIZAL 71 – PM EM MISSÃO DE PAZ 72 – POLICIAIS MILITARES 73 – POLÍCIA FEMININA RN 74 – POLÍCIA MILITAR RN 75 – POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL 76 – POLÍCIA TÉNCICA E CIENTÍFICA 77 – POLICIAIS ASSASSINADOS 78 – POLICIAIS AUTORES DE HOMICÍDIO 79 – POLICIAIS POLÍTICO 80 – POLICIAIS DE VÍTIMA DE ACIDENETE 81 – POLICIAIS SUICIDA 82 – RANCHEIRO, REFEITÓRIO E APRIVISIONAMENTO 83 – REGIMENTO DE POLÍCIA MONTADA 84 - RDPM 85 – RELIGIÃO NA POLÍCIA MILITAR 86 – RESUMO DE BOLETIM DA PM 87 – ROCAM PMRN 88 - SARGENTEAÇÃO 89 – SERVIÇO DE PESSOAL INATIVO 90 – SUBCOMANDANTE E ESTADO MAIOR GERAL 91 – SUBTENENTE EM FOCO 92 – VARIEDADES E CURIOSODADES POLICIAIS 93 – VENCIMENTOS E GRATIFICAÇÕES 94 – 1ª CIPM – MACAU 95 – 2ª CIPM – JOÃO CÂMARA 96 – 3ª CIPM – CURRAIS NOVOS 97 – 4ª CIPM – SANTA CRUZ 98 – 5ª CIPM – JARDIM DO SERIDÓ 99 – 1ª CPM/2º BPM-MOSSORÓ 100 – 2ª CPM/2º BPM - MOSSORÓ 101 – 2ª CPM/3º BPM – SÃO JOSÉ DE MIPIBU 102 – 2ª CPM/10º BPM - ANGICOS 103 – 2ª CPM/7º BPM – PATU 104 – 2ª CPM/6º BPM – JARDIM DO SERIDÓ 105 – 2ª CPM/8º BPM - CANGUARETAMA 106 – 2ª CPM/11º BPM – SÃO GONÇALO DO AMARANTE 107 – 2º DPRE-MOSSORÓ 108 – 2º SGB/2º GB – MOSSORÓ 109 – 3ª CPM/3º BPM – NÍSIA FLORESTA 110 – 3ª CPM/7º BPM – ALEXANDRIA 111 – 3ª CPM/2º BPM – APODI 112 - 3ª CPM/10º BPM – CAMPO GRANDE 113 – 3ª CPM/8ºBPM – GOIANINHA 114 – 4ª CPM/2º BPM – AREIA BRANCA 115 – 3ª CPM/7º BPM - JUCURUTU 116 - 8° BPM – NOVA CRUZ 117 – 9º BPM – NATAL 118 – 11º BPM – MACAÍBA